quinta-feira, 25 de agosto de 2011

A DIARISTA


O governador Agnelo Queiroz anunciou, na tarde de ontem (24.08), que o bi-campeão mundial de Fórmula 1, Emérson Fittipaldi, será o embaixador de eventos para incrementar as atividades do Autódromo Internacional de Brasília Nelson Piquet. Disse ainda, que o autódromo precisa de uma limpeza, uma recauchutada. No início de seu governo, nomeou como diretor do espaço esportivo, Cassius Ibaê Gomes, exonerado do cargo, no dia de hoje, por estar com mandado de prisão expedido, em razão de condenação por tráfico de drogas. 

Para substituir Cassius, Agnelo nomeou um auxiliar de serviços gerais, Leandro do Carmo Cruz (veja abaixo o DODF de hoje). De corridas e administração de autódromo, o novo diretor não deve entender muita coisa, mas de limpeza ele é um expert no assunto. Parece que o espírito de faxineira, não da Dilma, mas da Marinete de A Diarista, tomou conta do governador...


ONs e OFFs - Por Lívio di Araújo

EMBAIXADOR DE EVENTOS
O governador Agnelo Queiroz (PT) anunciará, nos próximos dias, o ex-piloto de Fórmula I Emerson Fittipaldi como Embaixador dos Eventos de Auto Velocidade de Brasília. Agnelo pretende, ainda no mesmo evento, anunciar novidades para o Autódromo da cidade que, depois de uma recauchutada, deverá ganhar um calendário oficial de corridas de carros e motocicletas. O nome de Fitipaldi teria sido escolhido pelo próprio governador. 

JUDAS E JESUS
Se na Bíblia Judas traiu Jesus, na política Jesus é muito amigo de Judas, obrigado. O ator Preto Rezende – que interpretou durante anos Judas na Via Sacra de Planaltina – foi nomeado ontem subsecretário da diversidade da Secretaria de Cultura. Judas, digo, Rezende, foi indicação de ninguém menos que o deputado distrital Cláudio Abrantes (PPS) – que durante o mesmo tempo, interpretou Jesus na Via Sacra.

JÁ FIZ, VIGILANTE!
O deputado Chico Vigilante (PT) até que tentou, mas a deputada Liliane Roriz (PRTB) logo enquadrou o colega. O petista tentou anunciar que apresentaria um projeto de lei para manter o nome de Mané Garrincha ao Estádio Nacional de Brasília. Liliane logo pediu a palavra e disse que o deputado não precisaria se preocupar: ela mesma já havia apresentado a proposta a pedido do próprio Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan).

TAPAS E BEIJOS
Se a TV Distrital estivesse funcionando, os moradores do DF teriam assistido a mais um capítulo do programa “Tapas e Beijos”. A cena foi protagonizada pelo presidente da Câmara Patrício e deputado Wasny que bateram boca no plenário ontem a tarde. A TV Distrital faz muita falta!

TEM QUE ESTUDAR, GENTE
O secretário de Planejamento, Edson Nascimento, bem que tentou dar verdadeiro show na audiência pública do Plano Plurianual (PPA), que ocorreu ontem na Câmara Legislativa. Só que as coisas não saíram bem do jeito que ele planejou. Líder da oposição, a deputada Eliana Pedrosa (DEM) colocou o representante do GDF em várias saias justas. Em uma delas, o secretário não soube explicar, por exemplo, como foi feito o levantamento das necessidades para a contratação nos próximos quatro anos de 62 mil novos servidores para a saúde, educação e segurança, vagas previstas no PPA e amplamente divulgadas pelo GDF. Sem saber a resposta, Nascimento solicitou apoio aos técnicos da secretaria. E mesmo assim, saiu da Câmara sem conseguir dar a resposta.

CPI DO DETRAN
A Câmara Legislativa é uma Casa que gosta de CPIs. Em alguns governos, principalmente quando o PT é oposição, elas até são instaladas – todas com o fim trágico. Quando o governo é petista, muitas têm fim trágico antes mesmo de acontecerem – como a CPI da Saúde. Mas como sugestão, que tal os distritais criarem a CPI do Detran? Ninguém deveria temer. Primeiro porque o órgão está refém da corrupção. Depois, porque isso vem de tantos governos, que nem um, nem outro, levaria a culpa sozinho...

UM NÓ
A CLDF resolveu divulgar nota explicando o tal Churrascão na casa do deputado Cristiano Araújo (PTB), divulgado com exclusividade pela coluna Ons e Offs na edição de terça-feira. O mais “legal” na nota é a tentativa de explicar que as atividades parlamentares não se restringem às dependências da Casa. Bom, né? Segunda-feira é “dia de branco” para nós, os patrões, não para o nosso empregados. 

Quem também divulgou nota oficial foi a secretária de Comunicação do GDF, Samanta Sallum, rebatendo as acusações feitas pela deputada distrital Celina Leão (PMN) de possível interferência da Secretaria nas redações dos jornais – especificamente no Correio Braziliense, onde Celina se sentiu “perseguida” por matéria que lhe imputaram supostas irregularidades cometidas na Administração de Samambaia.

Na nota, Samanta assina texto que diz que “em momento algum, partiu da Secretaria de Comunicação Social do GDF ataques a qualquer membro da ilustre Câmara Legislativa”. Mas também dá recado: “Esperamos que a parlamentar assuma as responsabilidades por ter usado termos tão pesados para se referir à Secretaria de Comunicação Social a qual eu represento”.

FONTE: Coluna do Lívio di Araújo - Jornal Alô Brasília

Os “Bin Ladens tupiniquins” saem da caverna para derrubar as torres gêmeas de Agnelo.


A situação do governador Agnelo Queiroz se complica. O blog do Odir, neste fim de semana, postou matéria que algo muito sério havia ocorrido no Sudoeste, envolvendo pessoas ligadas ao governador. De um lado, a turma da “Pandora” e do outro a turma da “Shaolin”. Relatou que o episódio foi parar na 3ª Delegacia de Polícia do Cruzeiro. Ontem (24.08), no Portal QuidNovi, o jornalista Mino Pedrosa conta, na sua matéria VOZ DE PRISÃO, com riqueza de detalhes, a história e seus personagens. Chega a ser estarrecedor! Em abril deste ano, o Brasiliaemoff postou, em primeira mão, a matéria “TORRES GÊMEAS DE AGNELO AMEAÇADAS”. Dizia a matéria: 

"No ano em que o atentado às Torres Gêmeas do Word Trade Center completa 10 anos, Brasília também sofrerá um grande ataque, só que político, no dia de seu aniversário, 21 de abril. É que circula, nos bastidores, bochichos que Brasília será alvo de um míssel que irá abalar as estruturas do governo Agnelo Queiroz. Dizem que tudo vai virar pó, tal como as torres de Nova Iorque. O bombardeio se refere à exibição de um vídeo em que Agnelo aparece nas imagens recebendo duas “torres gêmeas” de dinheiro vivo para o financiamento de sua campanha a governador em 2010. O ódio ao Islã se explica pelo fato dos “Bin Ladens tupininquins” terem negociado a direção do DFTRANS com Agnelo e, posteriormente, preteridos. Contrariado, marcaram a data festiva de Brasília para a divulgação do vídeo. Vamos conferir...”

De fato, a divulgação do vídeo não se concretizou na data pretendida, ou seja, 21 de abril. Ficou apenas, na ameaça. De lá para cá, coisas estranhas aconteceram no governo Agnelo. Logo após as festividades do aniversário de Brasília, Agnelo e sua trupe (Bolivar Rocha e Cláudio Monteiro) viajaram à Argentina sob a alegação de visitar estádios, visando a Copa de 2014. Mais tarde se soube que a viagem não tinha caráter oficial. Em seguida, o governador e comitiva, incluindo aí o Dr. Luiz Carlos Alcoforado, seu advogado particular, e o secretário de Obras, Luis Pitiman, foram para a Europa. Lá mesmo, Agnelo foi informado que o Ministério Público Federal havia entrado com Ação de Improbidade Administrativa, que mais tarde culminou com o bloqueio de seus bens. Pitiman trombou com Paulo Tadeu e saiu do governo. O vice Tadeu Filippelli “uiva” na TV dizendo ser leal aos compromissos de campanha, numa referência às apunhaladas vindas do petismo. Trocas de secretários e administradores se sucederam. Farras com dinheiro público em eventos culturais superfaturados. Afora isso, o governo de Agnelo patina, não decola. Os serviços públicos estão mergulhados no caos da incompetência governamental, com sucessivas renovações de contratos suspeitos. Essa é a marca do novo caminho.  Mas, dizem os governistas, que são apenas “denuncismo” dos blogs.

Pois bem, o governador Agnelo Queiroz tem sido cobrado constantemente os acordos que fizera durante a campanha eleitoral. De jornalista a doleiro, os credores cobram as promessas que lhe foram feitas. Para evitar que as cobranças viessem à tona, o governador tentou esconder a sujeira por debaixo do tapete. Quando cobrado uma conta publicitária do GDF, dizia não conhecer o jornalista amigo de “outrora”. Quanto ao lobista da União Química, dizia que não passava de um “chantagista”. No entanto, Daniel Tavares estava lotado “escondidinho” na Administração de Brasília. Agora, foi revelado que a policial militar Marlene Vieira da Silva está lotada com cargo de confiança na Secretaria de Segurança Pública. Marlene é tia de Michael Vieira da Silva, que vem a ser testemunha ocular dos negócios escusos de Agnelo, quando ministro do Esporte. Para ter o depoimento de Marlene em seu programa eleitoral, Agnelo pagou 200 mil reais. O depoimento foi fundamental, pois desacreditava as palavras de Michael no programa da adversária Weslian Roriz.

Agora, os “Bin Ladens tupiniquins” cobram os 500 mil reais que foram gastos na operação “abafa” de Agnelo. Dizem que a conta já ultrapassou os 3 milhões de reais, inclusos os juros. Caso contrário, as filmagens e áudios da operação serão divulgados. 




terça-feira, 23 de agosto de 2011

Mais um round na briga pelas terras do Noroeste

Noroeste: índios X Construtoras e Terracap
Uma decisão do STJ suspendeu a ordem da juíza federal Candice Lavocat Galvão Jobim, que revogou a liminar da 21ª Vara Federal. Com isso, a Terracap e as construtoras interessadas continuam proibidas de perturbar ou mesmo invadir a área dos índios no setor Noroeste. A liminar também determina que a FUNAI faça o laudo técnico antropológico para identificar as etnias dos índios que ocupam o lugar
A construtora Emplavi, para vencer a guerra contra os índios, contratou nada mais nada menos que o advogado Antônio Gomes, ex-presidente da Terracap no governo Arruda, para defendê-la no imbróglio jurídico do Noroeste. O poder de fogo de Antônio Gomes pôde ser testado com a decisão da juíza Candice Jobim. Ela é irmã de Marcelo Galvão, ex-consultor jurídico e procurador geral do Distrito Federal no governo Arruda. E foi nesse período que o projeto do atual Noroeste começou a tramitar. Marcelo Galvão, à época, era o defensor do GDF e quem foi ao STF pedir a suspensão da liminar do TJDFT, que impedia a aprovação do PDOT. A juíza também é casada com o filho do ex-ministro da Defesa, Nelson Jobim.
Na semana passada, as construtoras Emplavi e a Brasal, do grupo Osório Adriano, mais a Terracap, de forma arbitrária, empreenderam uma ação de invasão na área dos índios, com tratores e caminhões, sem mandado de reintegração de posse. A operação contou com um efetivo de policiais militares, destacado pelo GDF. A Terracap, enquanto empresa pública, não tem o livre arbítrio para adentrar na área litigada sem um instrumento jurídico legal.
Segundo apurou o blog, a ordem de invadir a área partiu diretamente da governadoria, não se sabendo se da vontade de Agnelo Queiroz ou do vice Tadeu Filippelli. A deputada federal Erika Kokay (PT) e o senador Rodrigo Rollemberg (PSB), impulsionados pelo setorial indígena do PT, manifestaram repúdio à ação da Terracap e das construtoras.

ONS E OFFS - Por Lívio di Araújo


EXPEDIENTE DO DIA: CHURRAS
E ontem foi dia de churras na residência do deputado distrital Cristiano Araújo (PTB) na QL 8 do Lago Sul. O buffet Du Louro parou na porta e foi só alegria, garante uma fonte da coluna. Segundo assessoria do deputado distrital Roney Nemer (PMDB) – que esteve no churrasco -, o evento é tradicional e Cristiano teria o costume de reunir os demais colegas em sua casa para um churrasco. Até o presidente da Câmara Legislativa, deputado Patrício (PT) esteve presente. Nenhum problema a diversão dos distritais, não fosse ontem ter sido uma mera segunda-feira. Dia de trabalho para muitos brasileiros. Nada além disso...
REAJA BRASÍLIA
Músicos (como os da banda Jota Quest) já aderiram ao movimento Reaja Brasília. E a turma do Adote um Distrital que organiza o evento que acontecerá hoje (23), a partir das 16h na Prala do Buriti encontrou uma forma de fazer com que todos apareçam uniformizados com a camiseta do movimento – igualzinha a esta que o cantor Rogério Flausino adquiriu. Basta levar uma camiseta preta de algodão ao Conjunto Nacional na loja Super Digital e pagar R$ 25 para imprimir a arte do Reaja. Esta coluna apoia o movimento!
FRAGA NO NINHO
No próximo dia 31 de agosto acontece o lançamento do novo site do PSDB em Brasília, no Bar Brahma (201 Sul). Mas a coluna apurou que muito mais que a prometida presença de tucanos de alta plumagem, como o senador Álvaro Dias, entre outras aguardadas, o maior bafafá deverá ser a chegada de outra personalidade da política: o democrata Alberto Fraga. Ele está confirmado no evento e promete falar. O quê? Os tucanos escondem! Mas prometem fortes emoções.
ESTRANHO
Por que será que apenas ontem foi publicada no Diário Oficial do DF a ratificação sobre contrato firmado entre o Detran-DF e a empresa Sitran? A dispensa de licitação para a contratação de prestação de serviços de manutenção do sistema semafórico do DF – pela bagatela de R$ 649 mil mensais – já havia sido publicado anteriormente. Mas só ontem é que ratificaram, especificando o valor. Pobrezinhos, esqueceram de contar quanto custaria os serviços...
MAL NA BASE
Bombeiros do DF têm reclamado da ausência do deputado distrital Dr. Michel (PSL) em sua base eleitoral, em Sobradinho. Segundo uma fonte, muitos eleitores de Michel e alguns militares que apoiaram o hoje deputado se decepcionaram com a “mudança de comportamento”. Deveriam dar um desconto, não é? Afinal, não fosse Dr. Michel para abrir e encerrar as sessões na Câmara Legislativa, quem faria esse servicinho?
UM NÓ
O vice-presidente Michel Temer precisou costurar na noite de ontem uma trégua entre deputados descontentes do PMDB e a liderança do partido na Câmara. Em uma reunião de mais de duas horas, o vice ouviu oito deputados descontentes com o que chamaram de "posição periférica" nas decisões da sigla.
Trabalhadores sem-terra preparam uma manifestação amanhã em Brasília, na qual esperam reunir cerca de 20 mil pessoas. Além de entidades que lutam pela reforma agrária, a Jornada Nacional de Lutas reúne reivindicações de trabalhadores, estudantes e movimentos populares.
O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), negou irregularidades no fato de ter usado um helicóptero da Polícia Militar do Maranhão para atividade particular. Sarney evitou dizer se sabia, no momento em que utilizou a aeronave numa das viagens, que um paciente precisou esperar por atendimento enquanto suas malas eram descarregadas. "Não prejudicou ninguém", afirmou.
Fonte: Coluna do Lívio di Araújo - Jornal Alô Brasília

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Diretor do Autódromo de Brasília será preso a qualquer momento

Deputado Evandro Garla: indicou
Cassius Ibaê na Secretaria de Esportes
O atual administrador do Autódromo Internacional de Brasília, Cassius Ibaê Gomes, a qualquer momento, será recolhido à penitenciária do Distrito Federal, localizada na Papuda, para cumprir a pena que lhe foi imposta de 03 anos e 06 meses de reclusão no regime fechado, por infração ao artigo 12, caput, da lei nº 6368/76, tráfico de drogas.

A sentença já teve o seu trânsito em julgado, não cabendo mais recursos por parte da defesa. Cassius foi preso, em flagrante no ano de 2004, por agentes da Polícia Federal, vendendo grande quantidade de droga na porta de sua casa. Nas buscas, os policiais também encontraram armas em seu poder. Ele ficou preso por apenas um mês, sendo beneficiado com a liberdade provisória até a conclusão do processo.

Os fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus não devem saber que a indicação de Cassius Ibaê para a secretaria de Esporte, é de responsabilidade do deputado “fiel” Evandro Garla (PRB).

Para não contrariar o deputado de sua base, o governador Agnelo Queiroz bem que poderia nomear Cassius como o diretor do Presídio...

ONS E OFFS - Por Lívio di Araújo


TIC TAC TIC TAC...
Segundo fonte da coluna, o assédio sexual pode não ter sido problema de apenas um administrador regional. Isso mesmo. A fonte afirmou que um outro administrador, ainda no poder, estaria dando dor de cabeça a uma servidora do órgão. Para completar – garante a fonte -, ela teria mais de 40 mensagens arquivadas em seu celular que comprovariam o assédio do administrador.
… TIC TAC TIC TAC
E não se fala em outra coisa que não seja um encontro entre uma autoridade do GDF e um ex-integrante do governo anterior. Se for verdadeira a informação, a descrição dos acontecimentos, que começou com um cafezinho e teria terminado numa delegacia, deixa claro que Brasília, enfim, parece estar voltando ao normal. Ao seu normal, se é que me fiz entender.
SUPLENTES I
Muita gente deve se perguntar: “Por que o político se elege deputado e depois vai ser secretário?” A resposta é simples quando se entende um pouco mais de política. Hoje, o Executivo mantém uma base aliada das maiores já vista na Câmara Legislativa. São 20 deputados oficialmente na base e apenas quatro na oposição – contando com o tucano Washigton Mesquita, né? Mas o governo sabe que essa base é frágil e cheia de interesses. Para garantir que os interesses do Executivo tenham peso maior na Casa, a jogada é levar o deputado eleito para o lado do governo e deixar o suplente na Câmara.
SUPLENTES II
Suplentes não têm nada. Não têm direito a nomeações. Não têm direito a expressar pensamentos ideológicos. E olha que não sou eu quem está dizendo isso, são os próprios suplentes que reclamam. Em “off”, é claro. Mas reclamam! Assim, com a casa cheia de suplentes – verdadeiros marionetes nas mãos do Executivo -, não haveria qualquer dificuldade ou favor para que se vote um projeto que venha do outro lado do Eixo Monumental. Quem trabalhou muito bem desta forma foi o ex-governador Arruda. Deixou um monte de suplentes na Câmara e tinha total poder sobre a Casa.
GENTE...
Por que o deputado distrital Cristiano Araújo (PTB) teria reunido juristas e empresários em um almoço no dia 17 de agosto, às 13h, no restaurante Dom Francisco, na 402 Sul? Segundo uma fonte, o prato principal teria sido as constantes viagens do governador Agnelo Queiroz e um suposto recado que o ex-ministro José Dirceu teria dado aos petistas.
2012
Há quem aposte, nos bastidores, que não passa de blefe do ex-governador Joaquim Roriz a sua possível candidatura à prefeitura de Luziânia, no próximo ano. Fontes afirmam que Roriz estaria sim empenhado na política, mas a local. Em preparar o terreno não para 2012, mas 2014, quando deverá apoiar candidato adversário à atual gestão. Resta saber que tipo de apoio apostam que Roriz dará, pois se for o mesmo dados aos seus candidatos no passado...
UM NÓ
A tal pesquisa O&P que não foi amplamente divulgada e que traz o ranking dos deputados distritais da Câmara Legislativa teria um motivo para ser escondida: a avaliação da instituição. Segundo uma fonte, a Câmara Legislativa nunca teria tido avaliação tão ruim quanto nesta amostragem.
Na tal pesquisa O&P, os dois deputados melhor avaliados são o petista Chico Leite e a (por enquanto) democrata Eliana Pedrosa. E aí estaria o segundo motivo da não divulgação: mais oposicionistas com avaliação positiva.
As entidades que representam o setor produtivo do Centro-Oeste (indústria, comércio e agricultura) se reúnem hoje, em Goiânia, para debater ações em prol do desenvolvimento regional, em especial medidas para conter a guerra fiscal entre os estados e o DF. Este será o segundo encontro. O primeiro foi realizado em julho, em Campo Grande.

FONTE: Coluna do Lívio di Araújo – Jornal Alô Brasília

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

AGNELO "ROSSI" segundo a presidente Dilma

A presidente Dilma Roussef, no dia último dia 17 de agosto, durante a solenidade de recepção das camponesas que participavam, em Brasília, da Marcha das Margaridas, se dirigiu ao governador do Distrito Federal, chamando-o de Agnelo “Rossi”, para constrangimento de todos presentes.
Para quem conhece a presidente bem de pertinho, a troca de nome talvez não pode ser considerada uma “gafe”, mas um sonoro sinal de alerta à Agnelo, para que o seu futuro político não venha a ser igual ao do ex-ministro da Agricultura, Wagner Rossi, envolvido nos escândalos recentes de corrupção na Esplanada.

Amistoso mais que suspeito

 
Tribunal de Contas do DF também investiga a empresa que foi contratada pelo governo de Arruda para realizar o jogo Brasil x Portugal no Bezerrão. Polícia Civil já fez buscas

Foto: Thyago Arruda
Priscila Mesquita – Brasília247
O contrato entre o governo do Distrito Federal e a empresa Ailanto Marketing, firmado para a realização do amistoso Brasil X Portugal, está sob investigação também do Tribunal de Contas do DF (TCDF). A apuração começou em 2009. O jogo custou R$ 9 milhões aos cofres públicos e foi organizado para  reinaugurar o estádio Bezerrão, no Gama.
O TCDF divulgou a investigação essa semana, depois que a Polícia Civil do DF cumpriu mandado de busca e apreensão na sede da Ailanto, no Rio de Janeiro, no sábado. Segundo a nota do TCDF, "apesar da quantia vultosa, não houve justificativa dos gastos previstos quanto à sua efetiva necessidade, inclusive quantitativamente".
Para os conselheiros, faltou detalhamento do custo unitário de cada despesa, como passagens aéreas, aluguel de carro, salão e apartamentos. O TCDF também questiona o fato de não terem sido apresentadas pesquisas de preço que provassem que o valor de R$ 9 milhões era adequado ao mercado.
Ainda em 2009, o TCDF pediu esclarecimentos ao então secretário de Esporte, Aguinaldo de Jesus. O retorno não foi considerado satisfatório. A nota do TCDF afirma que "o secretário não respondeu, efetivamente, às questões elaboradas pelo Tribunal sobre o público pagante; o valor total arrecadado e a destinação dada à renda do evento".
O Brasília 247 mostrou essa semana que o então secretário de Esporte, Aguinaldo de Jesus, recusou-se a autorizar o pagamento à empresa. Em reunião com o então governador José Roberto Arruda, ele demonstrou a preocupação. Diante da recusa, Arruda autorizou o repasse, mesmo com parecer contrário da Procuradoria Geral do DF.
Fonte: Brasilia247

LIMPA BRASIL - Movimento em Brasília será dia 21 de agosto (domingo)




Mais um contrato milionário da pandora de Arruda é aditivado no governo de Agnelo Queiroz

Mais um contrato suspeito da era Arruda é aditivado pelo governo do “Novo Caminho” de Agnelo Queiroz. É mais uma herança maldita milionária, recepcionada pelo governo petista, que alimentou o esquema de distribuição de recursos públicos para parlamentares e agentes políticos do Distrito Federal.
O contrato 28/2008 foi novamente prorrogado por mais um ano entre a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania e a empresa B2BR – Business To Business Informática S/A. O montante anual é na ordem de R$ 18.498.776,88 (Dezoito milhões, quatrocentos e noventa e oito mil, setecentos e setenta e seis reais e oitenta e oito centavos).

Extrato publicado no DODF em 17 de agosto de 2011

A Secretaria de Justiça é hoje comandada pelo mesmo secretário de Arruda, o “calado” deputado Alírio Neto (PPS), também envolvido em denúncias no esquema de distribuição de lotes do Pró-DF. O curioso é que Alírio Neto, desta vez, não quis colocar as suas digitais na assinatura do Termo Aditivo, publicado no DODF, no último dia 17 de agosto. O Termo foi assinado pelo seu secretário-adjunto, Jeferson Ribeiro, que foi assessor direto do deputado federal Augusto Carvalho (PPS), quando este era o “desastrado” secretário de Saúde do governo Arruda.
A empresa B2BR era a responsável pela mesada recebida por Luiz França (PHS), ex-diretor do NA HORA. França foi flagrado recebendo dinheiro das mãos de Durval Barbosa. Ao ser perguntado por França da origem dos pacotes de dinheiro, Durval foi claro em apontar a B2BR. Resta agora saber, quem são os beneficiários da “mesada”, antes dada a França, no governo de Agnelo Queiroz, pois, pelo visto, a herança não é tão maldita assim...
Acompanhe as imagens da videoteca de Durval Barbosa, tendo como protagonista o ex-diretor do NA HORA, Luiz França, recebendo dinheiro, cujo a origem é da empresa B2BR. França, a título de conhecimento, foi candidato a deputado distrital pelo PHS, em 2010, coligado com o PPS de Alírio Neto e Augusto Carvalho, dentro da Coligação "Novo Caminho", que elegeu o governador Agnelo Queiroz (PT).

Manoel Tavares descarta ameaças ao presidente do BRB

CONFIRA A NOTA DE TAVARES SOBRE O CASO:

Extremamente ridícula a associação entre a minha demissão e possíveis ameaças à segurança do Presidente do BRB.

Em primeiríssimo lugar, não tenho qualquer envolvimento, conhecimento ou experiencia em qualquer área de marginalidade, muito menos nesta vergonhosa vertente de agressão física.

Em segundo lugar, não existe qualquer razão para que eu tenha rancor por ter sido demitido, mesmo porque encaro cargos públicos como oportunidade de trabalho e não como tábua de salvação.

Em terceiro lugar, acredito que não houve motivação pessoal para minha demissão, mas apenas interesses conflitantes e diferenças de visões gerenciais.

Desde os primeiros dias que ocupei o cargo na Corretora de Seguros, recebi a surpreendente notícia de que eu iria ser demitido no máximo em 30 dias, após uma intensa campanha de desmoralização, porque o cargo já estava prometido para outro interessado. Custei a acreditar, mas depois me convenci que infelizmente era verdade. A política suja aqui do DF ainda tem dessas coisas.

No dia 10 deste mês, solicitei urgência da Comissão de Licitação da Corretora, para licitação dos contratos com as seguradoras. Em seguida enfrentei uma enxurrada de denúncias mentirosas nos blogs, visando minha desmoralização. Coincidência? No dia 16 voltei à carga, cobrando da diretoria prioridade na implantação da licitação pública e anunciei publicamente esta minha intenção. No dia 17, recebi, com tranquilidade, minha carta de demissão, com a certeza que não concordaram com as minhas prioridades.

Quero registrar que saio com a consciência trânquila porque não tenho mais nada a ver com este problema de licitação. Apenas tentei fazer aquilo que considerava ser necessário.
Agradeço o direito de resposta que me foi concedido nos blogs sérios.

Manoel Tavares

ONS E OFFS – Por Lívio di Araújo

PÕE UMA MELANCIA...
Para não dizerem que só falo das vestimentas (essa, em homenagem ao ex-deputado Leonardo Prudente) do deputado distrital Olair Francisco (PTdoB), vamos à nova: Tem um certo administrador regional que veste mesmo a camisa do seu cargo. Nos eventos populares, ele usa uma espécie de uniforme, em que está escrito seu nome completo na frente e, nas costas, o seu cargo de administrador. O que esse povo não faz para ser reconhecido, né?
PRESSÃO
Em meio a toda repercussão sobre a possível ida do deputado distrital Cristiano Araújo (PTB) para o Executivo, quem deve estar feliz por ter sido esquecido um pouco é o distrital Joe Valle (PSB), convidado para assumir a Secretaria de Agricultura. Pois hoje, vamos contar essa historinha... Joe é ligado à agricultura e embora tenha muitos projetos voltados para a área, reluta em sair da Câmara Legislativa. Quer permanecer deputado. Mas o Executivo, esperto que é, não quer deixar. Tanto que a pressão tem sido grande em cima de Joe. Muito grande...
OUÇO PASSOS
Há, segundo fonte, inclusive uma cartada final do Executivo para garantir Joe Valle como secretário da pasta: Caso ele não vá, a Agricultura poderá ser entregue a um aliado do governo, mas do lado peemedebista. O ex-deputado distrital Pedro Passos. Assim, avalia a fonte, seria quase impossível Joe dizer “não” ao governo, visto que ele e Passos são “inimigos ideológicos” quanto à questão da agricultura no DF.
VAI BUSCAR CHARLINHO LIGEIRO!
Há muitos interesses na ida do deputado distrital Cristiano Araújo (PTB) para o Executivo. O primeiro, claro, é agraciar o senador Gim Argello (PTB), padrinho político de Cristiano e que sempre teve sua fatia do bolo nos governos do DF. O segundo, ainda nada proveitoso para o executivo, é agraciar o próprio Cristiano que, segundo fontes, não anda nada satisfeito com alguns contratos que perdeu com o governo. Mas, para o Executivo, também há ganhos. O governador Agnelo Queiroz (PT) teria, em sua base, um suplente. Doutor Charles, que já foi titular na legislatura passada, voltaria à Casa, mas como marionete do governo: sem muitos pedidos a serem atendidos e com muitos favores a serem retribuídos.
OLHO, DIRSOMAR!
A Secretaria querida, mesmo, mesmo, mesmo, é a de Micro e Pequena Empresa e Economia Solidária!
SEIS POR?
No vai e vem das cadeiras das secretarias, outro suplente que pode assumir vaga na Câmara Legislativa é o atual Secretário do Entorno, Bispo Renato. Parece que o executivo pensa em fazer uma troca: levar Aylton Gomes para a secretaria e deixar Renato na Câmara. Seis por meia dúzia? Que nada! Aylton é titular. Renato é suplente. E suplente, a gente sabe que não tem voz...
UM NÓ
Segundo fonte do Iphan, a situação de descaso na Vila Planalto é coisa antiga. E a culpa, ainda segundo fonte, é todinha da Administração de Brasília. “É a administração quem deveria tomar as providências e não toma”.
O deputado Luiz Pitiman (PMDB) foi visto no restaurante Franciscos, durante almoço, com uma deputada de oposição. Saibam que a conversa entre os dois estava animadíssima. Qual seria o motivo de tanto entusiasmo?
Sem prestígio. Foi o que disseram fontes da coluna sobre o ex-deputado federal Robson Rodovalho (PP) em evento na Embaixada de Israel onde aconteceu homenagem à Frente Parlamentar Cristã Brasil-Israel pela Paz. Dos evangélicos, foi o único que saiu sem receber homenagem alguma...
                                                                               
Fonte: Coluna do Lívio di Araújo – Jornal Alô Brasília

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Vazamento de documento da Câmara Legislativa virou caso de polícia

O clima entre os assessores legislativos da CLDF não está nada bom, em razão do vazamento de um relatório elaborado pela Unidade de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, sobre a situação das nascentes no Parque Olhos D’água, localizado no final da Asa Norte.
A Associação dos Assessores Legislativos – ASSELEGIS está convidando os associados para uma reunião no dia 19 de agosto (sexta-feira) ao meio dia, na sala da UDA, para analisar o fato ocorrido no dia 17 de agosto, de “violação de sigilo de documento produzido na UDA”, conforme matéria publicada no Portal Brasília 247 Leia AQUI.
A ASSELEGIS informa que todas as providências foram adotadas junto à Coordenação de Polícia Legislativa – COPOL, nos termos do Memo UDA/ASSEL/CLDF Nº 10/2011.
Pelo visto, a história ainda terá muitos desdobramentos, já que o Laudo, produzido pelo assessores legislativos, não havia sido liberado para conhecimento público. Com a palavra o chefe da Assessoria Legislativa da Câmara Legislativa, Dezival Ribeiro...

Por que a Secretaria de Educação quer processar Washington Dourado?

Leia abaixo relato feito pelo blogueiro que está sendo investigado por ter divulgado um comentário postado em seu blog.

Nesta quarta-feira, dia 17, recebi uma convocação para depor na Delegacia sobre um comentário de um visitante deste blog. Antes disso, na semana passada, a Subsecretária da Unidade de Administração Geral, até mesmo em reuniões oficiais, já havia anunciado que iria me processar. Mas você sabe qual foi o motivo?

É que no dia 26/7 um visitante deste blog postou uma denúncia de que um contrato com uma fornecedora de suco tinha sido renovado de forma irregular pela UAG. Como sempre faço quando há muitos comentários para serem aprovados, naquele dia eu acabei liberando a aprovação de muitos comentários sem ter lido cada um, o resultado é que o citado texto acabou passando. A partir daí acabei sendo alvo de ameaça de ser processado pela Secretaria de Educação.

Agora eu faço uma pergunta:

Quem deve prestar esclarecimento sou eu ou quem é responsável pela assinatura de contratos na SEDF? O citado contrato está regular ou não? A denúncia procede ou não?

Na verdade, desde que eu comecei aqui a denunciar a falta de respeito com os aprovados no concurso que foram desconvocados, depois que passei a denunciar a continuidade da precária condição dos professores temporários, depois que passei a denunciar a falta de merenda, gás de cozinha, de papel higiênico, de professores a Secretaria tentou buscar uma forma de calar este trabalho. Primeiro tentaram me levar para comissão de ética do partido, depois tentaram me vetar na Comissão de Negociação do Sinpro, depois enviaram “pessoas” para me desistimular a fazer o trabalho, depois passaram a ameaçar de processo, agora pegam um comentário de um visitante para tentar me intimidar com uma ação judicial. Isso é uma vergonha!

Porque ao invés de se preocupar com um blog amador a cúpula da SEDF não vai reparar o prejuízo causado aos “desconvocados”? Porque a Secretaria de Educação continua a manter o regime de exploração dos professores temporários? Porque não vão resolver a falta de merenda escolar?

 
UMA OBSERVAÇÃO:
Eu comecei este trabalho na internet ainda em 2007 com uma comunidade no Orkut chamada Tribuna dos Professores. E o engraçado é que a atual titular da UAG me ligara para parabenizar pelo trabalho. Hoje a reação é processar, ao invés de aplicar aquilo que defende na teoria: o diálogo. Afinal, é assim que penam a gestão democrática?

Por fim, só quero registrar que aproveitarei o depoimento para solicitar a apuração da denúncia feita pelo visitante deste blog.

Washington Dourado


Fonte: Blog do Washington Dourado / Blog do Sombra

ONS E OFFS - Por Lívio di Araújo


PRESENTE DE VIAGEM
Ontem foi o dia da entrega dos sapatos prometidos pelo deputado distrital Olair Francisco (PTdoB) aos colegas da Câmara. Para receber, era preciso levar uma cesta básica. Os distritais fizeram cara de quem gostou dos pisantes, mas acabaram soltando pérolas, como os deputados Washington Mesquita e Rejane Pitanga, que disseram que irão usar os presentes na viagem ao Canadá, no próximo dia 5.
A LISTA
Por falar em Canadá, não custa nada relembrar quem são os deputados que vão viajar gastando o nosso dinheiro, com tudo pago por nós. Anote aí: Celina Leão (PMN), Rejane Pitanga (PT) e Washington Mesquita (PSDB). Eles ficarão fora do dia 5 ao dia 9 para participarem do encontro de congressistas da América, em Quebec, no Canadá.
O PROBLEMA
O deputado Dr. Michel, vice-presidente da Casa, também está escalado para ir gastar dinheiro no exterior, mas ainda não sabe se vai. Segundo fonte, ele tem medo de avião. Bom, se ele decidir ir, o problema maior fica, pois como o presidente da Câmara, deputado Patrício (PT) quase nunca aparece, quem abrirá as sessões destes dias?
TUCANO REVOLTADO
Parece que não cumpriram o que o deputado distrital tucano Washington Mesquita esperava. Parece... Ontem ele dizia aos quatro cantos na Câmara Legislativa: “O estágio probatório acabou. Sou oposição e vou votar de acordo com o meu partido e com a fidelidade partidária”. Bom, só tenho duas coisas a pensar... Ou levou uma chamada dura do presidente da legenda no DF, Márcio Machado, ou então?!
CULTURA COMEMORA
O deputado Professor Israel Batista (PDT) apresentou um Projeto de Lei que revoga a Lei Distrital nº 1.732, de 27 de outubro de 1997, que institui a famigerada Taxa de Segurança para Eventos (TSE). A taxa, considerada inconstitucional pelo STF, é cobrado em Brasília e para muito produtores foi motivo para cancelamento de grandes espetáculos na cidade. A justificativa da revogação do PL é que a segurança pública é uma obrigação do Estado e, portanto, não pode ser cobrada. Vale lembrar que a TSE foi sancionada pelo então Governador Cristovam Buarque, hoje senador e do mesmo partido de Israel. Os produtores culturais do DF agradecem.
SINTA O CLIMA
Queria contar, de forma mais engraçadinha – como gosto – que as relações entre Israel batista e Cristovam Buarque não anda lá das melhores. Mas quem leu a nota anterior vai entender. Não anda nada boa!
UM NÓ
Em discurso durante a 4ª Marcha das Margaridas ontem, a presidente Dilma Rousseff cometeu um ato falho ao confundir o nome do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz e chamá-lo de “Agnelo Rossi”.
Esta não é a primeira vez que uma mulher confunde o nome do governador Agnelo. Afinal, quem não se lembra que ainda em campanha, a candidata Wesllian Roriz chegou a chamar Agnelo de “Dr. Agnaldo” durante um debate eleitoral?
Mas vamos dar um desconto. Dilma ontem estava atarantada. Rossi é o sobrenome do ministro da Agricultura, Wagner Rossi, que enfrenta denúncias de irregularidades na pasta.
Fonte: Coluna do Lívio de Araújo do Jornal Alô Brasília

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Isto é dantesco

Foto: Pedro Goularte
Ontem (16.08), o deputado Olair Francisco (PTdoB) apareceu na Câmara Legislativa vestido com trajes nada convencionais. Posou para fotos e fez questão de desfilar pelos corredores da Casa com a desenvoltura de uma estrela pop. Gosto é gosto e não se discute...

terça-feira, 16 de agosto de 2011

EXCLUSIVO AGORA: Operação Tornado II

Direto do Setor Noroeste
O GDF desencadeou, nesta manhã  de terça-feira, uma operação de desocupação dos índios no final da Asa Norte, onde está sendo erguido o Setor Noroeste. Na ação, policiais Militares estão dando cobertura aos trabalhadores da Terracap e aos empregados das construtoras Brasal, do Grupo Osório Adriano, e Emplavi, interessadas diretas na área em conflito. O Santuário dos Pajés, local em que os índios cultuavam seus mortos, foi inteiramente destruído. O governo promete retornar, agora à tarde, para dar continuidade à operação, mas os índios prometem resistir. Para tanto, contam com o apoio de alguns sindicatos de trabalhadores e de estudantes da UnB, defensores da causa desde os tempos do governo de José Roberto Arruda.
Os índios permaneceram até agora no local, que julgam ser deles, por força de uma liminar concedida pela Justiça Federal, até que fosse concluído parecer técnico da FUNAI sobre o domínio das terras. No entanto, o GDF e as construtoras conseguiram derrubá-la.
A resistência indígena promete, podendo o episódio se tornar uma reedição da Operação Tornado,  ocorrida no ano de 1998 na cidade Estrutural, que teve o saldo de duas mortes, dezenas de feridos e um governador abatido nas urnas.

Empresários descontentes

O secretário do DF, deputado Paulo Tadeu, um dos homens fortes do PT, anda segurando as faturas de pagamento dos fornecedores e pretadores de serviço do Governo. Tem empresa com três, quatro meses, de atraso nesses pagamentos. Os empresários que precisam liberar esse dinheiro  tem sido orintados a conversar com um determinado escritório de advocacia de Brasília, para agilizar as faturas. Só que agora, Paulo Tadeu esbarrou num dos "donos" do Detran/DF, Marcelo Toledo, que parece não estar disposto a bater papo com advogados.

Fonte: Portal QuidNovi

Cristovam ironiza Agnelo

“A cara do governo Agnelo é o Mané Garricha”, ironizou o senador Cristovam Buarque (PDT), na manhã desta segunda-feira, ao falar para este blog sobre a dedicação do governador pelas obras milionárias no estádio de futebol, “entretanto com abandono às ações educacionais”. Avesso à postura da gestão de Agnelo à frente do governo, Cristovam tem pregado junto aos demais pedetistas que “não participem do governo Agnelo”.

E o senador sabe que seu atual posicionamento “contra o governo que eu ajudei a eleger” pode desagradar alguns pedetistas, pois Cristovam sabe que, dentro do seu partido, existe gente namorando mais cargos no Executivo local.

Fonte: Palanque Capital / Blog do Odir/Blog do Edson Sombra

Dança das secretarias no GDF

Cristiano Araújo deve ir para a Secretaria do Trabalho, embora Gim Argello quisesse a de Desenvolvimento Econômico. PDT pode ganhar em troca a Secretaria da Habitação, chefiada por Geraldo Magela. E para onde vai Magela?
Priscila Mesquita_Brasília247
O deputado distrital Cristiano Araújo (PTB) foi à China com o governador Agnelo Queiroz pensando que poderia voltar secretário de Estado. Os cinco dias ao lado do governador, porém, não foram suficientes para que as negociações fossem concluídas. Cristiano, Agnelo e comitiva desembarcaram em Brasília no início da noite de segunda-feira e as conversas ainda continuarão nos próximos dias.
A maior possibilidade é o deputado assumir a Secretaria do Trabalho que, no fundo, é a que prefere. O senador Gim Argello, considerado "tutor político" de Cristiano, queria a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, chefiada pelo petista Jacques Pena, mas essa hipótese está descartada. Aliados de Agnelo entendem não ser recomendável entregar a pasta a outro partido, pois ela coordena o Pró-DF, programa que concede benefícios fiscais e que está sendo investigado por suspeitas de corrupção que envolvem empresários e autoridades de governos anteriores.
Durante a viagem, Cristiano deixou claro a Agnelo, mais uma vez, que a possibilidade de ocupar a Secretaria de Juventude está descartada. Ele considera essa hipótese absolutamente fora de cogitação.
Cristiano acha que a Secretaria do Trabalho é uma pasta mais afinada com seu projeto político. No governo de Rogério Rosso, um aliado de Cristiano foi indicado para o cargo: Takane Kitsuka do Nascimento.  A avaliação do GDF é de que o desempenho do secretário do Trabalho, Glauco Rojas – indicado pelo deputado Israel Batista (PDT) – não vem sendo muito expressivo.
Por isso, Agnelo deve negociar outra pasta com o presidente do partido, George Michel, com quem tem uma reunião agendada para esta terça-feira. Uma das possibilidades é oferecer ao PDT, em troca da Secretaria do Trabalho, a Secretaria de Habitação, hoje comandada pelo petista Geraldo Magela. Como a Agnelo não interessa brigar com Magela, que é deputado federal, será preciso encontrar um outro lugar para ele.
Essa articulação passaria por Michel, pelo deputado Israel Batista e pelo senador Cristovam Buarque, que Agnelo tenta reaproximar de seu governo. Cristovam apoiou Agnelo na eleição, mas se afastou por não ter indicado o secretário de Educação.
Fonte: Brasília 247

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Em defesa da causa própria...


Na reunião da última sexta-feira, 12.08, no Ministério Público do Distrito Federal (foto), um dos presentes roubou a cena. A Comissão de deputados distritais que foi tratar da questão do nepotismo com a procuradora-geral de Justiça, Eunice Carvalhido, ficou surpresa com a postura assumida pelo assessor da deputada Celina Leão (PMN), Sandro de Morais. Sentado à mesa junto aos deputados, deixando inclusive promotores da PRODEP em pé e nitidamente com elevado grau de teor etílico, o assessor dominou o debate, quase conduzindo a reunião. Discordou dos argumentos da procuradora-geral e dos demais promotores, defendendo a existência de equívocos na interpretação da súmula do STF. Ficou evidente para todos o incômodo causado pelo assessor.
Sandro Morais com a dep.Celina Leão: em defesa da família
Após o término da reunião, no elevador do MPDFT, Sandro destilou o seu descontentamento com a postura, digamos tímida, do presidente da Câmara frente aos promotores, fez um comentário insinuante. Disse que o deputado Patrício só anda acompanhado de seguranças como prevenção às blitz da Lei Seca. Segundo ele, os seguranças assumiriam o volante, caso Patrício seja abordado. Já no Cafezinho, no hall de entrada do Plenário da CLDF, os seguranças da Casa conseguiram conter o assessor falastrão, que insistia prolongar o seu discurso anti-moralização.
A atitude de Sandro de Morais tem uma explicação óbvia: a sua família (mãe e irmãos) está toda embrenhada e pendurada no cabide do nepotismo da Câmara Legislativa, todos vinculados ao mandato da deputada Celina Leão, cujo gabinete está sob um pretenso certificado ISO 9001. Para o teor etílico, venhamos e convenhamos, era sexta-feira, fim de expediente...
Saiba mais sobre o assessor clicando em matérias anteriores do blog:

domingo, 14 de agosto de 2011

Da China para o Trabalho...

Cristiano Araújo: agora seu nome
é trabalho...
O deputado Cristiano Araújo (PTB), ao voltar da China juntamente com o governador Agnelo Queiroz, está trazendo em sua mala a secretaria de Trabalho. Com a ida de Cristiano para o Executivo, o PTB adquire mais poder: eleva o Dr. Charles para a Câmara Legislativa e satisfaz os desejos do senador Gim Argello, com quem Agnelo nutre uma forte amizade de negócios ainda nos tempos de ANVISA. Célio Renê, secretário de Esporte, e Luis Otávio Rocha Neves, secretário de Turismo, integrantes da comitiva que acompanharam o governador, só foram figurantes para passar uma imagem de jovialidade do governo aos organizadores da Univesíade, apenas isso. Não é pra menos, somando-se ao deputado Cristiano Araújo, todos tem carinha de meninos mimados, do tipo talco pompom.